Porque automatizar sua DU-e é essencial

Uma das últimas novidades no mercado da exportação no Brasil, a DU-e (Declaração Única de Exportação) foi criada com o objetivo de trazer melhorias para a atual legislação aduaneira brasileira. Para que isso aconteça várias mudanças devem ser implementadas à rotina das empresas, o que tem gerado dúvidas entre profissionais do setor.

Atender todas as exigências e, consequentemente, conseguir reduzir o tempo dedicados às burocracias necessárias para as exportações pode ser muito simples. Basta encontrar a solução ideal para o seu cenário e automatizar sua DU-e.


Caso você ainda tenha dúvidas da importância desse procedimento a T2S, com base em sua experiência em projetos desse tipo, te dá 5 motivos para automatizar sua DU-e que vão te fazer mudar de opinião:
  1. A automação evita erros humanos e, desta maneira, otimiza o processo
  2. Com ela você agiliza a operação e aumenta a produtividade da sua equipe
  3. O sistema é também uma personalização do cenário, adaptado aos processos que fazem parte do dia a dia da empresa
  4. O Portal Único permite a integração com os sistemas já utilizados pela empresa
  5. Todo o processo de automação é rápido, prático e traz resultados rapidamente
Sobre a Du-e

Em resumo: a Du-e é um documento eletrônico com informações de natureza aduaneira, administrativa, comercial, financeira, tributária, fiscal e de logística. Juntas, as informações caracterizam a operação de exportação dos bens por ela amparados e definem o enquadramento dessa operação.

Segundo o artigo da Receita Federal Brasileira, o cronograma de obrigatoriedade da DU-e segue com: desativação do enquadramento de exportação temporária e alguns códigos de exportação definitiva sem expectativa de recebimento, ainda em junho de 2018; desativação total dos códigos de enquadramento de operações de exportação do sistema NOVOEX, para emissão de novos RE e RC, em julho de 2018; Desligamento dos sistemas Sicomex Exportação Web e Siscomex Exportação grande porte para registro de DE, em setembro 2018.

A T2S oferece a automatização deste serviço. Com ele é possível  automatizar as seguintes parte dos processo:
  • Recepção por Contêiner
  • Recepção por Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)
  • Consulta de Contêineres
  • Consulta DU-E, RUC e RUC Master
“Com essa solução, quando o contêiner chega por caminhão, no momento da pesagem é disparado automaticamente a recepção por NF-E. Já quando o contêiner chega por navio, é feito a ‘recepção por contêiner’. Após isso, existe um algoritmo que verifica a cada determinado tempo se o contêiner foi liberado pela receita federal. Então recebe o número da DU-E em ‘Consultar Contêineres’ e faz a ‘Consultar DU-E, RUC e RUC Master’. Após a chegada do navio e com o contêiner liberado pela receita federal, é feito  a ‘entrega por contêiner’. Antes, todo esse processo seria feito manualmente no portal Siscomex”, explica  Caio Lage Jorge profissional envolvido no desenvolvimento do sistema.

Mas por quê a T2S?

Convencido que automatizar sua Du-e é essencial?

Então entre em contato com a T2S e traga sua demanda para os especialistas da empresa. Em 2018, a T2S completou 15 anos projetando e desenvolvendo sistemas sob demanda exclusivamente para o setor portuário.

As soluções desenvolvidas estão em mais de 11 estados brasileiros e 50 empresas. Num total de mais de 200 mil horas de programação.

Os profissionais da T2S estão preparados para atender suas demandas. Entre em contato conosco e encontre a melhor solução para a automação da sua DU-e.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fique atento às mudanças do ADE 02

Indústria 4.0: entenda o conceito e as oportunidades que ela promove

Indústria Portuária: o que muda em 2020