Como automatizar a DU-E

Imagem
Automatização garante agilidade e evita inconsistências   A DU-E (Declaração Única de Exportação) foi criada para trazer melhorias à atual legislação brasileira ao desburocratizar o processo logístico das exportações. Atender a essa exigência demanda muito tempo e atenção dos terminais, que buscam automatizar o processo. Essa automatização é possível uma vez que o governo já disponibiliza toda a documentação e estrutura necessárias para que as empresas desenvolvam a integração com o Siscomex . As empresas que buscam por essa automatização, podem contar com o serviço da T2S . Com ele é possível automatizar as seguintes parte dos processos:  Recepção por Contêiner Recepção por Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Consulta de Contêineres Consulta DU-E, RUC e RUC Master Por que automatizar a DU-E A DU-E exige o preenchimento de 36 campos e algumas informações da Nota Fiscal de Exportação (NF-E). Em geral, exportações com poucos itens podem ser feitas com facilidade, porém, em processos com mais

Por que desenvolver seu próprio Dashboard de Indicadores?


Por conta da alta do Big Data, o investimento em sistemas que integram dados operacionais e administrativos tornou-se frequente em empresas de diversos setores. Afinal, as soluções também apresentam as informações de maneira integrada nos dashboards de indicadores.

Em resumo: essa é uma solução que traz agilidade e confiança para os processos rotineiros.

Aplicar essa tecnologia ao dia-a-dia de uma empresa ou setor é diferente para cada cenário. Mas no que diz respeito a empresas relacionados a porto a solução está no desenvolvimento de seu próprio dashboard de indicadores. Basicamente, isso significa desenvolver um portal de gerenciamento de indicadores como, por exemplo, descarga e embarque totalmente personalizado para a rotina de trabalho.

Esse tipo de solução é habitualmente feito pela T2S - empresa especializada em soluções de software para o setor portuário. E, de acordo com a expertise dos especialistas da empresa, é seguro dizer: a melhor centralização e precisão no registro dos indicadores facilita para que as flutuações nas diversas áreas do terminal sejam identificadas. Por isso, decisões são mais precisas e o cotidiano do terminal mais seguro no que diz respeito ao direcionamento das ações. Além de diminuir erros e riscos.

Isso porque tendo o seu próprio dashboard as informações mais importantes para o bom funcionamento do seu trabalho estarão centralizadas em uma só tela. E não mais espalhadas por diversas planilhas.

Portal de indicadores para setor portuário

Um dashboard de indicadores funciona como um portal. Mas, além de incluir um painel para visualização rápida de indicadores chave, também possui recursos de gerenciamento de usuários e logs.

“Essa solução garante maior eficiência no registro dos indicadores importantes ao terminal, ou seja, permite maior confiança e agilidade na tomada de decisão”, explica o analista responsável por projetos deste tipo, Carlos Henrique.

Em outras palavras, seu cotidiano deixa de ter planilhas descentralizadas. E, desta forma, o tempo utilizado para criar e alimentar cada uma delas é eliminado e consecutivamente é possível ter um foco analítico e gerencial maior.

Mas, para que tudo isso realmente aconteça é necessário que o dashboard seja elaborado respeitando as necessidades de cada empresa. Por isso, a T2S oferece esse tipo de solução para empresas do setor portuário e a desenvolve de maneira única para cada cliente. Entre em contato conosco e encontre a melhor saída para a sua realidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Port Community Systems será implementado no Brasil

Fique atento às mudanças do ADE 02

Indústria 4.0: entenda o conceito e as oportunidades que ela promove