IoT no cenário logístico e suas principais mudanças


A Internet das coisas (IoT) está mudando drasticamente o funcionamento de vários setores de trabalho. E, claro, a logística está na lista dos “afetados” pelo surgimento e fortalecimento dessa metodologia. Afinal, esse é um setor que busca atualização constante e a logística 4.0 já é uma realidade no mercado.

Só para ilustrar o que estamos falando, segundo dados divulgados no estudo O Mercado industrial brasileiro de Internet das Coisas, Cenário para 2021, o mercado de IoT deve alcançar cerca de R$ 10 bilhões. Também existem dados que indicam que essa tecnologia deve impulsionar o setor de logística em aproximadamente R$ 6 trilhões. 

Já deu para perceber que é preciso ficar de olho na IoT e, mais do que isso, coloca-la para funcionar na sua rotina, certo? Então continue lendo e entenda com o blog Tecnologia Portuária do que estamos falando, quais são as mudanças promovidas na logística e também em quais tecnologias investir. 

O que é IoT? 

Antes de mais nada é necessário entender exatamente o que significa IoT. Já que esse é um conceito novo e, por isso, pode ser tema de dúvidas. Em um breve resumo, essa é a tecnologia que conecta itens do cotidiano à internet. A ideia é que, cada vez mais, os mundos físico e digital sejam um só e, consecutivamente, diversas atividades sejam mais rápidas do que jamais imaginamos. 

Principais mudanças proporcionadas pela IoT na logística 

Deu para entender o que é a internet das coisas? Então vamos seguir e falar sobre os impactos dessa tecnologia na sua realidade. Podemos dizer que em operações logísticas isso significa aperfeiçoar o monitoramento em tempo real de processos e atividades. Além da possibilidade de gerenciamento feito de forma mais simples, rastreamento de mercadorias, diminuição de falhas e uma série de outras ações. 

Algumas das possibilidades de uso da internet das coisas na logística são: 
  • Monitoramento e rastreio de cargas através de aplicações mobile; 
  • Gestão de frotas; 
  • Agendamento de manutenções preventivas e periódicas; 
  • Gestão de estoque com sistema RFID. 
Com tudo isso, além de garantir maior agilidade você ainda consegue conquistar a confiança dos seus clientes :) 

Em quais tecnologias investir 

Se acaso você atue no setor portuário e não sabe exatamente como investir em IoT, entre em contato com a T2S. A empresa atua há 15 anos na solução de software exclusiva para esse setor, ou seja, tem a expertise necessária para te ajudar neste momento de transição.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Conteinerização de grãos: uma solução viável para portos brasileiros

Fique atento às mudanças do ADE 02

5 Tecnologias que aceleram os processos logísticos