Como lidar com a alta demanda no mercado de TI?

Imagem
 Diretor da T2S comenta problemática da demanda por profissionais de TI A pandemia acelerou a transformação digital nas empresas. Com isso, a demanda por profissionais de Tecnologia da Informação (TI) aumentou, e as companhias passaram a lidar com a falta de mão de obra qualificada. De acordo com a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Tecnologias Digitais (Brasscom) , em 2019, o número de alunos formados era de 46 mil, enquanto que a demanda estimada para o período de 2019 a 2024 chegaria a aproximadamente 70 mil. Com isso, o estudo estimava um déficit potencial anual de 24 mil profissionais de TI. No entanto, somente para este ano, a expectativa foi de 56 mil novas oportunidades de trabalho criadas, enquanto que em 2020, já considerando a pandemia, a expectativa era de 43 mil novas vagas sem preenchimento. “Esse efeito é como aquela máxima de o mercado se regular entre a oferta e a procura. A demanda de novas vagas, sempre foi maior que a oferta

Site responsivo ou aplicação mobile: qual escolher?



Antes de começar essa discussão, precisamos partir do seguinte pressuposto: empresas do setor portuário têm diferentes necessidades em seus cotidianos e, por isso, às vezes ter um site responsivo é melhor do que uma aplicação mobile e o oposto também pode ser uma verdade. Afinal, cada produto tem uma finalidade especifica e diferentes vantagens.
Mas calma, hoje o Tecnologia Portuária vai te ajudar a entender quais são as diferenças entre site responsivo e aplicação mobile. Assim tomar uma decisão sobre em qual investir vai ser muito mais simples. 

Vamos lá? 

O que é um site responsivo e uma aplicação mobile 

Antes de mais nada, você sabe o que é um site responsivo? E uma aplicação mobile o que é? 

Em um resumo rápido, o site responsivo é desenvolvido apenas uma vez e fica hospedado na web. O seu cliente irá acessa-lo através do navegador do celular e as informações e os componentes do site se adaptam ao tamanho da tela de cada um – para oferecer uma experiência melhor. Enquanto isso, a aplicação mobile se trata de um software que é instalado no celular através de uma loja de aplicativos (Play Store ou Apple Store) e, por essa razão, precisa ser desenvolvido mais de uma vez, de acordo com cada sistema no qual irá rodar. 

“Em um primeiro momento parece ser a mesma coisa, mas com valores diferentes – já que o aplicativo precisa ser desenvolvido duas vezes. Mas não é exatamente assim, existem necessidades especificas para cada um”, explica Gustavo Modesto, do departamento comercial da T2S. 

Mas, afinal, qual é melhor? 

No caso de armadores portuários e despachantes aduaneiros, por exemplo, um site responsivo irá marcar a sua presença online e dar uma boa impressão, pois a navegação através dele será rápida e confortável. Enquanto que o aplicativo pode funcionar como um diferencial para garantir maior produtividade e fidelizar seus clientes. 

Se acaso você não entendeu, a gente explica melhor. O site da sua empresa, onde se encontram as informações sobre os serviços prestados e outros dados deve ser responsivo. Mas, os serviços que você oferece podem ter um aplicativo especifico. Só para ilustrar, o gerenciamento de transportes tem o acesso mais rápido e fácil e também a possibilidade de acompanhar em tempo real a localização da carga através de um aplicativo, o que não é possível em um site. 

Comunicação interna 

Também é comum que empresas do setor portuário busquem formas de agilizar suas comunicações internas. Neste caso, existe também a opção de desenvolver um aplicativo em PWA. Ainda de acordo com Modesto, essa é uma opção que funciona em todas as plataformas com download através do navegador. “O gestor pode compartilhar o link com a equipe e cada um baixa em seu celular, é o mesmo app independente do sistema operacional”. 

Site responsivo ou aplicação mobile com a T2S 

Já sabe se vai desenvolver um site responsivo ou aplicação mobile para a sua empresa? Então conte com a T2S para garantir o sucesso do projeto. Há 15 anos no mercado, a empresa é especialista em soluções de software para o setor portuário e tem a expertise necessária para desenvolver ambas as opções para você. 

Se acaso ainda restarem dúvidas, entre em contato e converse com a equipe para maiores detalhes!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Port Community Systems será implementado no Brasil

Fique atento às mudanças do ADE 02

Atualização do Navis N4: o que fazer?