Automatização do TDR: pare de perder tempo

Automatizar reduz esforços e faz o procedimento muito mais produtivo



Quanto tempo sua equipe gasta preparando TDR’s? E quanto tempo gasta revisando e corrigindo possíveis erros?

Quem sabe a importância deste relatório para a navegação, sabe também que se desperdiça muito tempo com o preenchimento dos dados na planilha.

É por meio do TDR (Terminal Departure Report) que os armadores ilustram todas as operações realizadas no navio, o que possibilita obter dados sobre a operação e medir a eficiência e produtividade do modelo empregado.

Ocorre que, os diferentes modelos enviados, aliado ao preenchimento manual, demandam horas podem faltar a outras operações importantes e podem se refletir no orçamento da empresa.

Mas, e se este tempo pudesse ser reduzido à metade? Isso mesmo!                   

Automatizando o processo, a tarefa pode ser feita de forma muito mais simples e ágil.


Leia também: Informatizar por quê? Vantagens da transformação digital

Por que automatizar o TDR


Há a tendência de que as operações sejam cada vez mais automatizadas no setor portuário, mas uma das tarefas que ainda permanece manual, é o TDR. As informações preenchidas nem sempre seguem um modelo padronizado, o que dá margem à emissão de relatórios com erros.

Mas, ao automatizar esse preenchimento, podemos agilizar parte do trabalho. Ou seja, essa tecnologia vai permitir que sua equipe utilize uma ferramenta que preencherá os dados da viagem ou navio, via sistema, de forma customizada e automática.

Ela poderá ser incorporada ao sistema já existente na sua empresa e se adequar para interpretar os diferentes modelos de relatórios utilizados pelos armadores.

É uma maneira muito mais prática de atender à exigência e que pode ainda facilitar a futura análise do documento.

Como automatizar o TDR


Se você quer agilizar a emissão deste relatório, saiba que a T2S, empresa especializada em soluções de software para o setor portuário, conta com uma solução parametrizável que vai automatizar a geração de dados de um TDR por meio de customizações na consultas ao banco de dados do cliente.

Essa solução já vem pré-configurada para a integração com os sistemas Navis N4 e o RBS-TOPS, mas pode ser integrada a outros sistemas de operação portuária.

Além disso, também contamos com um mapeamento de alguns modelos de relatórios de armadores prontos para consumir os bancos de dados e com fácil manutenção, caso seja necessário alterar o padrão.

Mas, se você ainda está se questionando se vale a pena automatizar o TDR, aí vão alguns motivos para fazer já!

1 - A automatização será feita do seu jeito e no sistema que sua empresa já utiliza. Ou seja, nenhum setor precisará se readaptar ao software. Será criada apenas uma nova função que, em vez de gerar um documento para preenchimento manual, entregará o relatório pronto;

2 - Você vai ganhar tempo, já que o preenchimento automático é mais rápido e evita os erros do preenchimento manual;

3 - Você vai ter sempre à mão uma solução que se adapta ao que você precisar e uma equipe pronta para atender a qualquer solicitação.


Se você não tem tempo a perder, fale agora com os nossos especialistas!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fique atento às mudanças do ADE 02

Port Community Systems será implementado no Brasil

Indústria 4.0: entenda o conceito e as oportunidades que ela promove