Como automatizar a DU-E

Imagem
Automatização garante agilidade e evita inconsistências   A DU-E (Declaração Única de Exportação) foi criada para trazer melhorias à atual legislação brasileira ao desburocratizar o processo logístico das exportações. Atender a essa exigência demanda muito tempo e atenção dos terminais, que buscam automatizar o processo. Essa automatização é possível uma vez que o governo já disponibiliza toda a documentação e estrutura necessárias para que as empresas desenvolvam a integração com o Siscomex . As empresas que buscam por essa automatização, podem contar com o serviço da T2S . Com ele é possível automatizar as seguintes parte dos processos:  Recepção por Contêiner Recepção por Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Consulta de Contêineres Consulta DU-E, RUC e RUC Master Por que automatizar a DU-E A DU-E exige o preenchimento de 36 campos e algumas informações da Nota Fiscal de Exportação (NF-E). Em geral, exportações com poucos itens podem ser feitas com facilidade, porém, em processos com mais

Divulgada a data para implantação da API Módulo-Recintos, novo ADE 02

 A Receita Federal Brasileira publicou a data para a implantação da API Módulo-Recintos, o novo ADE 02. 

O projeto, que iniciou no segundo semestre de 2019 com o objetivo de substituir a atual maneira que os Recintos disponibilizam os registros de movimentações, por uma API, terá o ambiente de produção liberado em julho (2021).


Relembre a Timeline

O projeto teve início no segundo semestre de 2019. Com um total de 22 eventos mapeados e desenvolvidos na API.

Em abril de 2020, 11 eventos foram disponibilizados em ambiente de validação.

Em dezembro de 2020, outros 11 eventos foram disponibilizados em ambiente de validação, totalizando todos os endpoints disponíveis para testes.

De acordo com o mais recente cronograma divulgado pela RFB em julho de 2021 será liberado o ambiente de produção e, consequentemente, a obrigatoriedade do ato em seguida.





O projeto

O projeto da RFB consiste em, por meio da API, permitir que o recinto envie os registros diretamente ao Portal Único de Comércio Exterior, de maneira mais rápida e prática e segura.

A T2S tem acompanhado o desenvolvimento do projeto e desenvolveu uma solução para extração, envio e monitoramento das informações.

Fale conosco para saber mais








Comentários

  1. Assunto bem pertinente e importante. Aqui no terminal estamos atrasados quanto a este tema.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Port Community Systems será implementado no Brasil

Fique atento às mudanças do ADE 02

Indústria 4.0: entenda o conceito e as oportunidades que ela promove