Como automatizar a DU-E

Imagem
Automatização garante agilidade e evita inconsistências   A DU-E (Declaração Única de Exportação) foi criada para trazer melhorias à atual legislação brasileira ao desburocratizar o processo logístico das exportações. Atender a essa exigência demanda muito tempo e atenção dos terminais, que buscam automatizar o processo. Essa automatização é possível uma vez que o governo já disponibiliza toda a documentação e estrutura necessárias para que as empresas desenvolvam a integração com o Siscomex . As empresas que buscam por essa automatização, podem contar com o serviço da T2S . Com ele é possível automatizar as seguintes parte dos processos:  Recepção por Contêiner Recepção por Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) Consulta de Contêineres Consulta DU-E, RUC e RUC Master Por que automatizar a DU-E A DU-E exige o preenchimento de 36 campos e algumas informações da Nota Fiscal de Exportação (NF-E). Em geral, exportações com poucos itens podem ser feitas com facilidade, porém, em processos com mais

T2S é matéria no programa Mundo Empresarial do SBT


A T2S foi matéria no programa Mundo Empresarial do SBT, no último domingo (11).

A reportagem abordou o desenvolvimento da empresa, que é referência no mercado de soluções de software para o setor portuário.

Fundada em 2003, um dos diferenciais da T2S, que já atendeu mais de 140 clientes e conta com mais de 300 cases de sucesso, é sua presença acadêmica inserida na cultura desde a fundação.

Refletida nos sócio-diretores, Ricardo Pupo e Rodrigo Salgado, professores universitários, a empresa se constrói sob os pilares da colaboração, criatividade, liberdade e autonomia.

Confira a matéria completa no vídeo.



Ele também está disponível no Youtube. 


* Confira a matéria a partir do minuto 09:52


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Port Community Systems será implementado no Brasil

Fique atento às mudanças do ADE 02

Indústria 4.0: entenda o conceito e as oportunidades que ela promove