Como lidar com a alta demanda no mercado de TI?

Imagem
 Diretor da T2S comenta problemática da demanda por profissionais de TI A pandemia acelerou a transformação digital nas empresas. Com isso, a demanda por profissionais de Tecnologia da Informação (TI) aumentou, e as companhias passaram a lidar com a falta de mão de obra qualificada. De acordo com a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Tecnologias Digitais (Brasscom) , em 2019, o número de alunos formados era de 46 mil, enquanto que a demanda estimada para o período de 2019 a 2024 chegaria a aproximadamente 70 mil. Com isso, o estudo estimava um déficit potencial anual de 24 mil profissionais de TI. No entanto, somente para este ano, a expectativa foi de 56 mil novas oportunidades de trabalho criadas, enquanto que em 2020, já considerando a pandemia, a expectativa era de 43 mil novas vagas sem preenchimento. “Esse efeito é como aquela máxima de o mercado se regular entre a oferta e a procura. A demanda de novas vagas, sempre foi maior que a oferta

Diretores da T2S falam sobre desafios e oportunidades da TI na pandemia

 Pauta foi abordada durante entrevista para o programa Empresários de Sucesso



Após mais de um ano de distanciamento social causado pela pandemia do Covid-19, muitas empresas precisaram se adequar para atender à nova realidade. Tudo isso demandou, entre outros aspectos, mais atenção às tecnologias e seus usos para permitir o funcionamento dos negócios.

Nesse sentido, o setor de tecnologia da informação ganhou ainda mais destaque e apresentou um crescimento de 46,2% só em 2020.

Em entrevista para o programa Empresários de Sucesso, os diretores da T2S, Ricardo Pupo Larguesa e Rodrigo Lopes Salgado falaram sobre os principais desafios e oportunidades que o setor de TI (tecnologia da informação) vivenciou durante o período. 

A entrevista foi ao ar no último sábado (18), na Rede TV. 


O principal desafio da TI na pandemia

Para muitas empresas, ter que se adaptar ao trabalho remoto, gerir equipes  à distância e, consequentemente, lidar com novos processos e ainda assim manter a produtividade foi desafiador.

Foi então que a TI se tornou a maior aliada das organizações durante a pandemia do Covid-19.

O diretor da T2S Rodrigo Lopes Salgado explicou que "as empresas precisaram passar por um processo de transformação digital rapidamente.

O que foi conversado durante muito tempo, foi preciso implantar de maneira bem rápida.”

Ricardo Pupo Larguesa completou explicando que os desafios da TI, nesse período foram muitos. “Especificamente na área de sistemas, de uma hora para outra, as empresas precisaram fornecer sistemas que pudessem ser acessados remotamente pelos funcionários.

“Praticamente todos os sistemas precisaram ser adaptados em um tempo muito curto e novas soluções precisaram ser desenvolvidas para atender os acessos externos, de toda a equipe que estava trabalhando remotamente.”

Outro aspecto abordado pelos diretores da T2S, foi relativo ao aumento da demanda nas operações logísticas e portuárias.

“Por conta do deslocamento limitado das pessoas durante o período de pandemia, naturalmente, a demanda por toda essa cadeia logística do comércio eletrônico aumentou”, destacou Salgado.

“O setor portuário foi considerado atividade essencial e não parou. Continuou a todo o vapor e teve até seu negócio impulsionado pelo aumento do fluxo logístico que a pandemia demandou”, finalizou Larguesa.

Os diretores da T2S ainda falaram sobre soluções e estratégias empregadas durante a pandemia e os  aprendizados que as empresas podem tirar desse período.

Você pode conferir a entrevista completa no canal do youtube da T2S.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Port Community Systems será implementado no Brasil

Fique atento às mudanças do ADE 02

Atualização do Navis N4: o que fazer?