Porto Sem Papel passa por atualização que deve agilizar operações

Mudanças feitas pelo governo federal buscam diminuir tempo de espera do usuário 

Divulgação

Mais uma vez o sistema Porto Sem Papel (PSP) passou por mudanças que buscam reduzir o tempo de espera das operações.

Desta vez, a atualização realizada foi a adaptação da plataforma ao padrão gov.br. Isso significa que o sistema foi unificado ao portal do governo federal, que já reúne outros diversos tipos de serviços públicos.


A mudança ocorreu na tentativa de melhorar a comunicação entre os usuários do setor portuário brasileiro e assim facilitar, agilizar e simplificar a vida das pessoas, pois até então os processos sempre foram muito burocráticos.

Houve também a reformulação do painel de bordo do Porto Sem Papel, que permitirá aos agentes de navegação receber e visualizar pendências, além de executar tarefas de maneira mais simples. Os usuários agora podem definir filtros inteligentes de consultas, o que deve reduzir o tempo para autorizações de atividades.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, a performance da plataforma também foi aperfeiçoada para melhorar a qualidade das informações. Isso aconteceu com a eliminação de registros considerados desnecessários, agilizando a consulta e o armazenamento de dados.


Com as alterações do sistema, o processo de abertura de documentos eletrônicos diminuirá, o que vai eliminar eventuais prejuízos na fiscalização e tornará os serviços mais seguros. 


Burocracia de anos

Criado em 2011 pelo governo federal, o Porto Sem Papel nasceu para facilitar a análise e a liberação de mercadorias nos portos brasileiros.


Essa atualização deve proporcionar serviços melhores e que simplificam a vida de quem atua na área portuária brasileira, já que todas as informações compartilhadas sobre embarcações ficam disponíveis em uma base única de dados online.

A solução tecnológica unificou os formulários antes usados nos serviços portuários em uma só plataforma, o Documento Único Virtual (DUV). 

Como acessar o sistema do Porto Sem Papel (PSP)


Para acessar o sistema, é preciso entrar no site com o mesmo login e senha do gov.com.br. O login também serve para acessar o sistema do Portal Único de Comércio Exterior (Pucomex). A atualização possibilita usar as mesmas credenciais para acessar ambos os sites. 

A mudança espera proporcionar mais eficiência na navegação do sistema para as operações nos portos. Elas fazem parte de uma série de iniciativas que têm como objetivo modernizar e introduzir cada vez mais a tecnologia nos portos brasileiros.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Atualização do Navis N4: o que fazer?

Data de obrigatoriedade da API Módulo-Recintos fica indefinida

Guia eletrônica de movimentação de contêineres: como a informatização contribui para o transporte de cargas