Desempenho operacional da BTP aumenta produtividade do Porto de Santos


Contando com a consultoria da T2S Tecnologia, Soluções e Sistemas, a BTP foi apontada como um dos terminais responsáveis pelo aumento do desempenho do Porto de Santos em 2014.

Com o HOST de operações, desenvolvido pela T2S e integrado ao TOPS-Advance (Terminal Operation System) da RBS, a Brasil Terminal Portuário reformulou a sua arquitetura de sistemas atingindo modernização, otimização e agilidade na manipulação de informações e comunicação com sistemas alfandegados, internos e operacionais, tendo influência direta no desempenho das operações portuárias.

“A T2S é uma empresa focada na qualidade de seu serviço e trabalha com foco na satisfação do cliente. Superação e determinação foram as principais características do trabalho entre as equipes neste projeto” diz Fabiana Morgante de Alencar, Gerente de TI – Brasil Terminal Portuário.

Na opinião dos operadores de terminais que escolheram o pacote TOPS, desenvolvido pela RBS e representado no Brasil pela T2S, é o pacote mais avançado disponível para a indústria de movimentação de contêineres, trazendo como benefícios a flexibilidade, o aumento do rendimento e produtividade, redução de esforço manual e real time.

A decisão de reformulação sistêmica da BTP, em conjunto com o início das atividades de outros terminais, alavancaram o aumento de produtividade do Porto de Santos. A instalação desses novos terminais elevou o desempenho de Santos, agilizando o atendimento e promovendo a ampliação da média para 104 movimentos por hora, uma marca que não só se situa acima da média global como ultrapassa a média de Roterdã, que registrou 87 movimentos por hora.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Importância da análise de aderência de sistemas

Conteinerização de grãos: uma solução viável para portos brasileiros