Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2021

Como lidar com a alta demanda no mercado de TI?

Imagem
 Diretor da T2S comenta problemática da demanda por profissionais de TI A pandemia acelerou a transformação digital nas empresas. Com isso, a demanda por profissionais de Tecnologia da Informação (TI) aumentou, e as companhias passaram a lidar com a falta de mão de obra qualificada. De acordo com a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Tecnologias Digitais (Brasscom) , em 2019, o número de alunos formados era de 46 mil, enquanto que a demanda estimada para o período de 2019 a 2024 chegaria a aproximadamente 70 mil. Com isso, o estudo estimava um déficit potencial anual de 24 mil profissionais de TI. No entanto, somente para este ano, a expectativa foi de 56 mil novas oportunidades de trabalho criadas, enquanto que em 2020, já considerando a pandemia, a expectativa era de 43 mil novas vagas sem preenchimento. “Esse efeito é como aquela máxima de o mercado se regular entre a oferta e a procura. A demanda de novas vagas, sempre foi maior que a oferta

TOS: Números de um projeto

Imagem
Veja os números da migração do Opus no maior terminal portuário da América do Sul  Um Terminal Operating System, ou TOS, é parte fundamental da cadeia logística, uma vez que é o responsável por controlar toda a movimentação e armazenamento de cargas num terminal portuário. A implantação deste sistema, demanda muito planejamento para que a execução seja bem sucedida. Neste artigo, mostraremos alguns números da nossa mais recente implantação de TOS, que ocorreu em junho no maior Terminal Portuário da América do Sul, a BTP. A companhia migrou para um novo sistema operacional, o OPUS Terminal, da empresa coreana CyberLogitec e a T2S foi parceira na empreitada, ao desenvolver a integração entre o Opus e o HOST (aplicações do terminal que se comunicam com o TOS). Confira! O projeto Com a migração, a BTP tornou-se o primeiro terminal de contêineres do Porto de Santos a utilizar este sistema, que modernizou as operações da companhia, ao permitir maior facilidade na integração de sistemas, assi

Diretores da T2S falam sobre desafios e oportunidades da TI na pandemia

Imagem
 Pauta foi abordada durante entrevista para o programa Empresários de Sucesso Após mais de um ano de distanciamento social causado pela pandemia do Covid-19, muitas empresas precisaram se adequar para atender à nova realidade. Tudo isso demandou, entre outros aspectos, mais atenção às tecnologias e seus usos para permitir o funcionamento dos negócios. Nesse sentido, o setor de tecnologia da informação ganhou ainda mais destaque e apresentou um crescimento de 46,2% só em 2020. Em entrevista para o programa Empresários de Sucesso, os diretores da T2S, Ricardo Pupo Larguesa e Rodrigo Lopes Salgado falaram sobre os principais desafios e oportunidades que o setor de TI (tecnologia da informação) vivenciou durante o período.  A entrevista foi ao ar no último sábado (18), na Rede TV.  O principal desafio da TI na pandemia Para muitas empresas, ter que se adaptar ao trabalho remoto, gerir equipes  à distância e, consequentemente, lidar com novos processos e ainda assim manter a produtividade f

05 motivos para implementar o Pix

Imagem
 Conheça os benefícios dessa ferramenta para sua equipe e clientes Aumento da eficiência dos serviços prestados, redução de burocracias e melhoria no atendimento ao cliente são algumas pautas que permeiam o dia a dia de empresas no setor logístico/portuário. A solução passa, muitas vezes, pela revisão dos processos e do uso da tecnologia como aliada para o desenvolvimento dessas soluções. Implementado pelo Banco Central em novembro do ano passado, o Pix é uma solução de pagamentos instantâneos que tem obtido bons resultados para diversas empresas, inclusive do setor portuário. O sistema permite transações financeiras em segundos e fica disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana. É possível integrá-lo aos seus sistemas de gestão para que toda transação financeira tenha o Pix como alternativa. Mas, se você ainda não está convencido a integrar o Pix ao seu sistema financeiro, este artigo te dará mais 5 motivos para fazê-lo. Continue a ler. Sobre o uso do Pix Desde seu lançamento, em

Terceirização no mercado de TI

Imagem
O impacto da lei para profissionais e empresas de TI   Com o aumento da demanda de TI, muitas empresas, para suprir a necessidade de mão de obra, adotam a terceirização de trabalhadores por meio do contrato PJ (pessoa jurídica). No Brasil, existe a Lei da Terceirização, que regulamenta o trabalho temporário. No entanto, a legislação ainda causa dúvidas quanto aos direitos do empregado e os deveres daquele que o contratou. Continue a ler o artigo para conhecer as implicações desse regime de trabalho. Sobre a terceirização A terceirização consiste na contratação dos serviços de funcionários de uma empresa prestadora de serviços, por outra empresa. A Lei 13.429 de março de 2017, conhecida como Lei da Terceirização, regulamenta o trabalho temporário e estabelece normas para as relações de trabalho entre as empresas e os prestadores de serviços terceirizados. Antes da aprovação dessa lei, era permitida somente a terceirização de atividades meio, ou seja, que não tinham ligação direta com a