Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

Como lidar com a alta demanda no mercado de TI?

Imagem
 Diretor da T2S comenta problemática da demanda por profissionais de TI A pandemia acelerou a transformação digital nas empresas. Com isso, a demanda por profissionais de Tecnologia da Informação (TI) aumentou, e as companhias passaram a lidar com a falta de mão de obra qualificada. De acordo com a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Tecnologias Digitais (Brasscom) , em 2019, o número de alunos formados era de 46 mil, enquanto que a demanda estimada para o período de 2019 a 2024 chegaria a aproximadamente 70 mil. Com isso, o estudo estimava um déficit potencial anual de 24 mil profissionais de TI. No entanto, somente para este ano, a expectativa foi de 56 mil novas oportunidades de trabalho criadas, enquanto que em 2020, já considerando a pandemia, a expectativa era de 43 mil novas vagas sem preenchimento. “Esse efeito é como aquela máxima de o mercado se regular entre a oferta e a procura. A demanda de novas vagas, sempre foi maior que a oferta

5 vantagens em contratar Outsourcing de TI

Outsourcing de TI é um serviço de alocação de especialistas em TI por tempo determinado, que pode ser usufruído tanto local como remotamente. Este modelo visa auxiliar em decisões referentes à infraestrutura, aplicações, desenvolvimento de sistemas e utilização de recursos de TI, afim de fazer o melhor uso possível dessas ferramentas, reduzir custos e melhorar a produtividade do seu negócio. Quer saber como esta proposta pode ser útil para sua empresa? Baseados na experiência de quem participou e contribuiu com resultados de grandes parceiros, a T2S listou 5 vantagens em contratar serviços de Outsourcing de TI. Confira: Know-how de especialistas Para montar uma equipe de especialistas de TI não é tarefa fácil, além do alto custo investido em treinamentos e manutenção, dá trabalho e demanda tempo. E dependendo da necessidade e urgência de um projeto, esse tempo gasto se torna inviável. Além disso, projetos inovadores e desafiadores surgem a todo momento e cada projeto exige u

Como você pode gerenciar a Água de Lastro?

A Convenção Internacional para Controle e Gerenciamento de Água de Lastro e Sedimentos de Navios entrou em vigor na última sexta-feira, dia 08 de setembro de 2017. Adotada em 2004, a Convenção visa prevenir a propagação de organismos aquáticos que, quando transferidos de uma região a outra, através do lastro de navios, podem prejudicar a fauna e flora do local onde a água é despejada. Os navios terão que carregar um Livro de registro de água de Lastro e serão obrigados a seguir um padrão de  gerenciamento sobre os procedimentos. Com o início da vigência da Convenção e o avanço da tecnologia no setor portuário, no ano de 2017 é possível que terminais, armadores e autoridades portuárias recorram à soluções personalizadas  para gerenciar todo este processo e cumprir as normas estabelecidas, desde o monitoramento da posição em que o navio realiza a troca, até a análise dos parâmetros da água e o controle das demais especificidades da operação. Hoje existe apenas um projeto desenvolvid

Com investimentos em TI e infraestrutura, Tecon Rio Grande bate recorde de produtividade

PORTO DO RIO GRANDE, Brasil – O Tecon Rio Grande​, empresa do Grupo Wilson Sons, modifica suas operações com a implantação do Navis N4, seu novo TOS (Terminal Operating System) e atinge seu maior recorde de movimentação dos últimos anos. Juntamente com a Navis, a T2S participou da análise e do desenvolvimento da solução, além de atuar no GO LIVE do projeto e dar suporte às customizações, externalizações e integrações. Antes da implantação, alguns módulos eram operados de forma independente, distribuídos em sistemas externos. A operação de Pátio e Navio era administrada pelo TOS Navis Sparcs e operações como controle de armazém e faturamento eram realizados pelo Scol que dispunha de sistemas satélites utilizados, por exemplo, nos coletores (handhelds) para auxiliar na coleta de dados no Pátio. Com o upgrade para o Navis N4, houve uma unificação dos sistemas envolvidos nas atividades do Terminal com o objetivo de contribuir para maior agilidade e aumento na produtividade. A T2S