Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2019

05 motivos para implementar o Pix

Imagem
 Conheça os benefícios dessa ferramenta para sua equipe e clientes Aumento da eficiência dos serviços prestados, redução de burocracias e melhoria no atendimento ao cliente são algumas pautas que permeiam o dia a dia de empresas no setor logístico/portuário. A solução passa, muitas vezes, pela revisão dos processos e do uso da tecnologia como aliada para o desenvolvimento dessas soluções. Implementado pelo Banco Central em novembro do ano passado, o Pix é uma solução de pagamentos instantâneos que tem obtido bons resultados para diversas empresas, inclusive do setor portuário. O sistema permite transações financeiras em segundos e fica disponível 24 horas por dia e 7 dias por semana. É possível integrá-lo aos seus sistemas de gestão para que toda transação financeira tenha o Pix como alternativa. Mas, se você ainda não está convencido a integrar o Pix ao seu sistema financeiro, este artigo te dará mais 5 motivos para fazê-lo. Continue a ler. Sobre o uso do Pix Desde seu lançamento, em

Dados desorganizados: como atrapalham estratégias de negócios no setor portuário

Imagem
Para profissionais que trabalham analisando dados, a desorganização torna o trabalho lento e impreciso, para as organizações representa oportunidades e receitas perdidas Se você trabalha com dados, tenho certeza que já passou pela seguinte situação: Ficou horas procurando e organizando dados no excel ou fazendo cálculos complexos antes de responder a qualquer pergunta simples e, mesmo assim, sem ter a certeza de que a informação estava completa ou correta. Tudo isso porque, apesar de ter todo o conteúdo disponível, ele estava desorganizado, o que não permitia uma visão clara do material e, consequentemente, impedia uma análise exata. Esse tipo de situação atrapalha as atividades corriqueiras das empresas e trava processos de inovação, fazendo com que as tarefas sejam sempre executadas de forma burocrática e imprecisa. Há anos que as organizações acumulam uma enorme quantidade de dados e, conforme a Transformação Digital acontece, fica iminente a necessidade d

Indústria 4.0: entenda o conceito e as oportunidades que ela promove

Imagem
O conceito de indústria 4.0 tem sido muito discutido ultimamente. Já não é de hoje que se fala em “Indústria Inteligente” ou “Quarta Revolução Industrial”. Isso porque, o surgimento de novas tendências ao mesmo tempo em que empolga, preocupa, considerando que implica na agilidade das empresas para inovar e manter competitividade e posicionamento de mercado. Ocorre que esse novo movimento tecnológico está mudando completamente a maneira como as coisas funcionam, prometendo aumentar a economia, gerar empregos de maior qualificação e, consequentemente, elevar padrões de vida. E, acompanhar essas tendências faz com que o segmento industrial adentre cada vez mais no universo da  Tecnologia da Informação , o que aponta para grandes oportunidades e desafios. Para entender melhor a indústria 4.0 e sua importância no atual cenário, preparamos este post para esclarecer alguns aspectos do conceito, seus impactos e oportunidades. Então, se você quer saber mais sobre o assunto, é só

Fique atento às mudanças do ADE 02

Imagem
A Coana disponibilizou na última sexta-feira (02) o anexo referente ao novo ADE 02. A liberação do documento faz parte do planejamento para a produção do novo Ato Declaratório Executivo Coana/Cotec Nº 02, que tem previsão de ser publicado em janeiro do ano que vem e será obrigatório a partir de março. A estimativa é que, a partir da disponibilização do anexo, o desenvolvimento do sistema, assim como a liberação das especificações para o setor público e privado levem de um a quatro meses, conforme consta na Timeline divulgada. Timeline disponibilizada pela Procomex Como vai funcionar Nesta etapa, será desenvolvida a API (Application Programming Interface) para receber os dados enviados pelos recintos, que será denominada “Módulo Recintos”, no Portal Único. Segundo a Receita Federal Brasileira , a centralização de informações aduaneiras no Portal Único está em conformidade com o Acordo de Facilitação de Comércio, que por sua vez, tem o objetivo