TCP desenvolve painel de gestão de armazenagem de contêineres com auxílio da T2S



Diminuir o número de cargas abandonadas no pátio era o grande objetivo do Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) quando optou pela consultoria da T2S. Na época, a empresa sentia a necessidade de criar um mecanismo que alertasse os setores envolvidos no processo de importação sobre a comunicação com o cliente e com a Receita Federal.

Dono do maior parque portuário do Sul do País, o TCP conta com 8 portêineres, 2 guindastes de grande porte, 20 RTGs, 5 empilhadeiras, 3 empilhadeiras de vazios, 29 terminal tractors, 2 scanners, 1 OCR, 5 portões de acesso com balança e 2.812 tomadas para contêineres refrigerados. Tudo isso para oferecer a capacidade de movimentação de 1,5 milhão de TEUs ao ano.

O TCP ainda destaca-se como o único terminal de contêineres da região com conexão ferroviária direta dentro do pátio. Não obstante, é líder no mercado brasileiro neste modal, movimentando 6 mil TEUs por mês.

O Desafio

Contabilizando cerca de 75 TEUs mensais, entre cargas com prazo de nacionalização expirado e com Declaração de Importação (DI) incompleta, o TCP almejava facilitar o acesso às informações de tempo e status dos contêineres depositados no terminal. Os dados são fundamentais para cumprir as normas do art. 647 do Regulamento Aduaneiro 6759/2009.

Segundo essa legislação, caso o registro da DI não ocorra dentro do prazo, a mercadoria é declarada como abandonada pela Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB), podendo ser destruída, leiloada ou incorporada pela RFB.

A Solução

Para resolver esse problema, a T2S desenvolveu o front-end e o back-end de uma aplicação web nas tecnologias HTML, CSS, JavaScript e C#. O painel permite ao usuário visualizar informações sobre o tempo de permanência de contêineres no pátio, com destaque para mercadorias com prazo de registro da DI excedido ou próximo a expirar.

Tais informações são consultadas diretamente no Terminal Operating System (TOS) do TCP e podem ser atualizadas a qualquer momento. Também é possível exportar os dados para uma planilha no Excel, contribuindo para uma visão analítica.

Outra funcionalidade do painel é o serviço de notificação automática, que tem como propósito alertar os departamentos envolvidos no despacho de importação (CAC, Armazém e Jurídico) acerca das ações de comunicação com o cliente e a aduana.

Os e-mails são enviados aos setores conforme a aproximação do término do prazo para nacionalizar a carga. Algo entre 50 e 95 dias da data de entrada do contêiner ou do registro da DI, caso este esteja incompleto.

Os Resultados no Negócio

De acordo com o gerente de TI do TCP, Diego Neufert, a T2S seguiu à risca os critérios requisitados
pelo terminal. “Assim que acionamos a consultoria da T2S, apresentamos o perfil necessário para atender as demandas do TCP e esta nos disponibilizou profissionais extremamente comprometidos com as demandas. Os consultores realizaram o trabalho dentro do prazo previsto com uma excelente qualidade“.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Fique atento às mudanças do ADE 02

Indústria 4.0: entenda o conceito e as oportunidades que ela promove

Indústria Portuária: o que muda em 2020