Como lidar com a alta demanda no mercado de TI?

Imagem
 Diretor da T2S comenta problemática da demanda por profissionais de TI A pandemia acelerou a transformação digital nas empresas. Com isso, a demanda por profissionais de Tecnologia da Informação (TI) aumentou, e as companhias passaram a lidar com a falta de mão de obra qualificada. De acordo com a Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Tecnologias Digitais (Brasscom) , em 2019, o número de alunos formados era de 46 mil, enquanto que a demanda estimada para o período de 2019 a 2024 chegaria a aproximadamente 70 mil. Com isso, o estudo estimava um déficit potencial anual de 24 mil profissionais de TI. No entanto, somente para este ano, a expectativa foi de 56 mil novas oportunidades de trabalho criadas, enquanto que em 2020, já considerando a pandemia, a expectativa era de 43 mil novas vagas sem preenchimento. “Esse efeito é como aquela máxima de o mercado se regular entre a oferta e a procura. A demanda de novas vagas, sempre foi maior que a oferta

A importância da manutenção de software


A cultura da informatização dos processos não é uma novidade para grandes organizações e até empresas menores. Afinal, automatizar garante maior produtividade de setores e outros diversos benefícios. Mas, o que muita gente não leva em consideração é a importância da manutenção de software.

E, de acordo com especialistas, essa é uma prática que deve ser constante.

Se acaso você não sabe qual a importância da manutenção de software, A T2S irá te ajudar a entender melhor. E ao fim da leitura você vai e colocar a atividade no seu orçamento anual.

Manutenção de software: por que fazer?

Primeiramente, é importante entender que o conceito de manutenção é diferente quando falamos de um equipamento físico (como um computador, por exemplo) e um software. Afinal, normalmente o primeiro vai para a manutenção por apresentar algum dano causado pelo tempo de uso. Mas, defeitos não surgem por conta do tempo de uso de um sistema, ou seja, as razões e o serviço prestado são totalmente diferentes.
Em resumo, a manutenção de software é o ato de fazer qualquer modificação no sistema.

Como após o go live de software ele fará parte da “vida” da empresa por muitos anos, atualizações serão necessárias. Os motivos podem ser desde mudança na rotina da empresa, novas tecnologias até a correção de erros encontrados com o uso.
Além disso, o custo benefício de manter o software atualizado é menor do que o de esperar o sistema ficar obsoleto para então criar outro do zero.

Tipos de manutenção de software

Já que vários motivos levam à necessidade de uma manutenção, também existem diferentes tipos de manutenção. Entender quais são esses tipos vai te ajudar a entender a necessidade do serviço:

1. Manutenção corretiva

Não reparou em um erro na fase de testes? Essa é a manutenção de software que você precisa.

2. Manutenção adaptativa

O cotidiano da empresa teve uma mudança e existem novas demandas não atendidas pelo sistema? Neste caso, basta adapta-lo para as necessidades.

3. Manutenção evolutiva

Se acaso o orçamento não possibilitou o software 100% como você queria ou surgiram novas tecnologias depois da implementação, por exemplo, uma manutenção evolutiva irá resolver o problema.

4. Manutenção preventiva

Esse é o serviço para quem busca trazer maior confiança para o sistema ou oferecer uma estrutura melhor para os usuários.

Em quanto tempo devo fazer uma manutenção de software?

Essa é uma questão delicada, pois cada caso tem suas especificidades. Prever a necessidade de uma manutenção de software é uma tarefa difícil. Então, tente conversar com o desenvolver do projeto sobre o tempo necessário e, se possível, contrate-o para fazer também a manutenção.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Port Community Systems será implementado no Brasil

Fique atento às mudanças do ADE 02

Atualização do Navis N4: o que fazer?