Porto de Santos pretende encerrar 2021 com alta de 52% no lucro líquido



O ano está chegando ao fim com previsões e balanços positivos no Porto Santos, que espera encerrar 2021 com alta de 52% no lucro líquido, com valor de R$ 308 milhões se comparado aos R$ 202 milhões obtidos em 2020.


Além disso, o maior complexo portuário da América Latina deve fechar o ano com recorde na movimentação de contêineres, o que equivale a um aumento de 14%, já que o volume deve chegar a 4,8 milhões de TEU (contêiner padrão de 20 pés). O número supera o registrado no ano passado, que foi de 4,2 milhões de TEU. A capacidade instalada do Porto é de 5,3 milhões de TEU.


As informações foram divulgadas pela Santos Port Authority (SPA), que administra o porto santista. Segundo a estatal, a melhora dos indicadores é reflexo de ações realizadas no decorrer dos últimos meses como a redução de despesas, melhora da produtividade, racionalização de gastos, aumento da eficiência, entre outros.


A autoridade portuária espera continuar crescendo no ano que vem, algo que considera essencial para que tenha caixa e consiga realizar investimentos. Entre os projetos previstos estão o túnel para ligação seca entre Santos e Guarujá, a realocação do terminal de passageiros e obras nas margens Direita e Esquerda. Os planejamentos também devem impactar na geração de empregos.


Entre as áreas que ajudaram o porto santista a gerar tais resultados positivos está a Tecnologia da Informação (TI). Isso porque o setor está cada vez mais presente no trabalho portuário, seguindo uma tendência mundial, sem contar que terminais portuários estão cada vez mais preocupados em ganhar eficiência e agilidade com sistemas adaptados à sua realidade, fazendo a TI uma grande ferramenta para que o Porto de Santos cresça ainda mais nos próximos meses.


Das empresas que dão suporte aos terminais portuários está a T2S Tecnologia, que trabalha como integradora e oferece soluções de softwares sob demanda.

Crescimento e Privatização

A SPA afirma que o crescimento de contêineres ao longo do ano levou o Porto de Santos a bater o recorde anual de movimentação de carga já em novembro, mesmo diante do recuo no mês. Nos 11 primeiros meses do ano houve o registro de 4,4 milhões de TEU, número 3,5% superior ao recorde anual de 2020 (4,2 milhões de TEU).

Com a diminuição da distância entre movimentação e capacidade para contêineres, o diretor-presidente da SPA, Fernando Biral acredita na necessidade do leilão do STS 10, que será o novo terminal para contêineres do Porto, instalado no Saboó, com previsão de ir a leilão no segundo semestre de 2022. 


O bom desempenho nos resultados também deve atrair investidores para o processo de desestatização da administração do Porto, que está na fase 2, com a consulta pública que deve ocorrer em janeiro. A SPA aguarda apenas uma reunião com a Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq) para liberação de documentos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Data de obrigatoriedade da API Módulo-Recintos fica indefinida

Receita Federal muda novamente data de obrigatoriedade da API Módulo-Recintos

Atualização do Navis N4: o que fazer?